FolhaPress

Bienal do Livro Rio terá edição presencial com somente 50% do público

Evento ocorrerá entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Riocentro, na Barra da Tijuca, e numa plataforma digital

Bienal do Livro Rio
Foto: Divulgação

A Bienal do Livro Rio, que acontece a cada dois anos, fará sua próxima edição de maneira híbrida, mesclando atividades online e presenciais. O evento ocorrerá entre os dias 3 e 12 de dezembro, no Riocentro, na Barra da Tijuca, e numa plataforma digital.

Uma nota divulgada pela organização do evento diz que a parte presencial do festival literário deve acontecer com apenas 50% da capacidade de público, em razão da Covid-19.

“O objetivo é que a Bienal aconteça quando toda a população carioca a partir de 12 anos estiver imunizada, de acordo com o planejamento da Prefeitura do Rio”, diz o comunicado, ressaltando, porém, que o festival “só ocorrerá se houver condições para isso”.

Segundo a organização, a Bienal exigirá um comprovante de vacinação e o uso de máscara.

Na última edição, ocorrida em setembro de 2019, o evento sofreu uma tentativa de censura do então prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB).

“A Prefeitura do Rio de Janeiro determinou que os organizadores da Bienal do Livro recolhessem esse livro [Vingadores – A Cruzada das Crianças], que traz conteúdo sexual para menores”, disse Crivella, em vídeo.

“A Cruzada das Crianças” foi publicada pela Marvel nos Estados Unidos em 2010. Em 2012, a Panini publicou a versão brasileira em duas revistas e, em 2016, ela saiu num único volume pela editora Salvat.