FolhaPress

Cidade de SP deve vacinar mais 640 mil pessoas nesta semana

Além das cerca de 144 mil pessoas de 29 anos, nesta semana será iniciada a imunização com a dose de reforço para cerca de 500 mil moradores

São Paulo
Cidade de São Paulo/Foto: Henrique Oliveira

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Prefeitura de São Paulo inicia nesta terça-feira (27) a vacinação contra a Covid-19 de pessoas de 29 anos de idade. Moradores da cidade de São Paulo dessa idade também poderão procurar os postos de vacinação nesta quarta-feira (28).

Além das cerca de 144 mil pessoas de 29 anos, nesta semana será iniciada a imunização com a dose de reforço para cerca de 500 mil moradores da cidade de São Paulo, perfazendo mais de 640 mil pessoas.

Para receber todo esse contingente, a Secretaria Municipal de Saúde informou que reabrirá os megapostos, drive-thrus e postos volantes, num total de mais de 600 pontos de vacinação. Eles devem permanecer abertos ao menos até a próxima quarta.

Na semana passada, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) anunciou que as pessoas de 28 anos de idade começariam a ser vacinadas na próxima quinta-feira (29). Entretanto, no último domingo (25), voltou atrás alegando erro de interpretação por parte da prefeitura em relação à informação que havia recebido do governo estadual.

Até a conclusão desse texto, a data de início da imunização de pessoas com 28 anos de idade permanecia indefinida e condicionada ao envio de mais doses.
A maior parte das cerca de 500 mil pessoas aptas a tomar a dose de reforço a partir desta terça-feira (26) integra a faixa etária de 60 anos a 62 anos de idade.

Esse grande volume de pessoas é esperado pelo fato de que o intervalo entre a primeira e segunda dose para as vacinas da AstraZeneca e da Pfizer é de 12 semanas, enquanto o da Coronavac é de quatro semanas. O único caso em que a regra não se aplica é o da Janssen, de dose única.

Para saber quando a pessoa deve comparecer ao ponto de vacinação para tomar a segunda dose, a dica é conferir o papel entregue na primeira ida ao posto de vacinação. Nele constam dados importantes que serão usados para o reforço na imunização, tais como a data prevista para a segunda dose e o fabricante do imunizante.