Do Mais Brasília

Motorista de van é condenado a 37 anos de prisão por estupro e morte de adolescente em Catuípe

O crime aconteceu em março de 2019

Foto: Reprodução

O motorista de uma van escolar, acusado de estuprar e matar a adolescente Maria Eduarda Zambom, de 15 anos, em Catuípe, no Rio Grande do Sul, foi condenado a 37 anos de reclusão em regime fechado. A sentença foi dada nessa quarta-feira (17/11).

O crime aconteceu em março de 2019. De acordo com o Ministério Público, o motorista violentou e matou a jovem após pegá-la de carro, sob pretexto de levá-la à escola. Ele foi condenado pelo homicídio cinco vezes qualificado, estupro e ocultação de cadáver.

O motorista segue preso na Penitenciária Modulada de Ijuí.

O caso

A adolescente Maria Eduarda desapareceu em 29 de março de 2019 depois de embarcar no carro do acusado, que deveria buscá-la e levá-la para a escola. No dia seguinte, o corpo da jovem foi encontrado com sinais de asfixia.

Conforme a denúncia do MP, o homem teria se aproveitado do fato de ser conhecido da família para ter a aproximação com a garota.

No dia do crime, ele trocou a van escolar pelo carro particular, arrastou Maria Eduarda para um matagal e a obrigou a manter relações sexuais. Após o estupro a asfixiou até a morte.

Na época ele chegou a ser hospitalizado com ferimentos no pescoço e no peito. Ele foi preso em 24 de abril, após a alta e negou o crime.