Do Mais Brasília

Mulher presa neste sábado (10/7) após bater panela em motociata de Bolsonaro

Nas redes sociais circulam vídeos em que testemunhas presentes no local dizem que a mulher foi presa por protestar

Foto: Reprodução twitter

Uma mulher foi presa na tarde deste sábado (10/7) em Porto Alegre pela Brigada Militar após protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e bater panela durante a motociata realizada por Bolsonaro.

Nas redes sociais circulam vídeos em que testemunhas presentes no local dizem que a mulher foi presa por protestar. Mas a coordenação de comunicação social da Polícia Militar do Rio Grande do Sul afirma que o motivo da prisão não foi o protesto, e sim “um comportamento desviante” que infringe a legislação penal.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realiza na tarde deste sábado (10/7) uma motociata em Porto Alegre. Durante o evento, Bolsonaro não usou máscara. Na última sexta-feira (9/7), a polícia prendeu o cozinheiro Eduardo Lazzari, do hotel Spa Vinho, em Bento Gonçalves, município do Rio Grande do Sul.

Quando o cozinheiro ficou sabendo que o presidente Bolsonaro estava na cidade e que iria fazer refeições no local, publicou no Facebook: “Vou ter que cozinhar para este diabo”. Após depoimento na polícia, o cozinheiro foi liberado.