Da redação
Do Mais Brasília

Polícia intercepta aparelho celular e drogas que seriam inseridos em presídio de Jataí

O material foi localizado por uma equipe que estava no plantão. Durante ronda nas imediações da unidade, os agentes encontraram um celular, sete fones de ouvido, sete cabos USB e dois carregadores

Agentes prisionais da Unidade Prisional de Jataí (GO) apreenderam, nessa segunda-feira (19/07), equipamentos e drogas que seriam inseridos de forma ilegal no presídio.

O material foi localizado por uma equipe que estava no plantão. Durante ronda nas imediações da unidade, os agentes encontraram um celular, sete fones de ouvido, sete cabos USB e dois carregadores. Além dos aparelhos, também foi localizado aproximadamente 40g de substância análoga ao crack e quase 2 kg de substância semelhante à maconha.

O material foi apreendido e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil do Município.

Outras interceptações

No dia 6 de julho, a Gerência de Inteligência e Observatório da Diretoria Geral de Administração Penitenciária de Goiás divulgou o balanço com o número de tentativas interceptadas de drones no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (GO), cidade localizada a 20km da capital goiana. Ao todo, foram 17 tentativas, de fevereiro a julho de 2021.

Segundo a Diretoria, somente nos seis primeiros dias do mês de julho, foi evitada a entrada de quatro equipamentos no interior dos presídios.

Nos presídios, os drones costumam ser utilizados para o arremesso de telefones, drogas e até dinheiro para o lado interno do presídio. Segundo a Administração Penitenciária de Goiás, os itens encontrados com maior frequência incluem também chips telefônicos, cabos USB, fones de ouvido, carregadores para celular, além de armas artesanais, como facas e objetos perfurocortantes.