FolhaPress

Tem água vertendo por cima e pelos lados de barragem em MG, diz bombeiro

A prefeitura local emitiu um alerta pedindo a moradores da região que deixem suas casas

Foto: Prefeitura de Pará de Minas/Divulgação)

A situação é crítica na barragem hidrelétrica da Usina do Carioca, na cidade de Pará de Minas, a 83 km de Belo Horizonte, após as fortes chuvas no estado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, “tem água vertendo por cima e dos lados” da represa, elevando o risco de rompimento.

No domingo (9/01), a Prefeitura local, gestão Elias Diniz (PSD), emitiu um alerta pedindo a moradores da região que deixem suas casas devido ao risco iminente de rompimento da estrutura, que pertence à empresa Santanense.

Na manhã desta segunda-feira (10), o porta-voz dos Bombeiros de Minas Gerais, Pedro Aihara, afirmou à CNN que a situação da represa segue preocupante. “A gente tem água vertendo tanto por cima da barragem como dos lados. Em decorrência disso, as comportas já foram abertas, mas, mesmo assim, o fluxo de água é tão intenso que foi necessária a evacuação preventiva e emergencial das comunidades.”

As comunidades afetadas ficam nas calhas do rio São João e do rio Pará desde o distrito de Carioca até o distrito de Pitangui, afirmou o bombeiro. “A situação está sendo monitorada a todo instante”, disse. “Existem várias equipes fazendo a retirada de pessoas ilhadas, sem acesso, da região para que a gente possa levar a população para fora dessa área da mancha de inundação, caso ocorra qualquer tipo de problema estrutural e algum tipo de rompimento.”

Segundo a Defesa Civil estadual, foram evacuadas preventivamente “34 pessoas que se encontravam em locais de risco” no domingo. “Outras 32 pessoas estão em comunidades, as quais estão com acesso dificultado. Os órgãos envolvidos buscam caminhos alternativos para acessá-las”, acrescentou Aihara.

Também à CNN, o prefeito da cidade, Elias Diniz, disse já ter um plano de ação em casa de rompimento da barragem. “Não [tem ninguém no caminho da água caso a represa rompa]. Ontem [domingo] nós já fizemos o deslocamento dessas famílias. Porem nós sabemos que muitos retornam para as suas casas”, afirmou. “Estamos mapeando todos e reiterando o pedido para que as pessoas saiam de suas casas.”

No domingo, a prefeitura divulgou o seguinte aviso: “Esse é um alerta sério, e nós pedimos a todos vocês que repassem esse alerta. É um risco devido às intensas chuvas. E, para evitar uma tragédia maior, estamos fazendo esse alerta”.

Em vídeo compartilhado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Minas Gerais, um sargento do Corpo de Bombeiros de Pará de Minas reforçou a orientação para que os moradores da região deixem suas casas imediatamente.

Segundo a prefeitura, o abastecimento de água na cidade “poderá ser prejudicado devido às fortes chuvas”. A concessionária Águas de Pará de Minas “solicita aos clientes que usem a água de forma consciente até que a situação seja normalizada”.

O município informou ainda que o ponto de apoio em Carioca, no posto de saúde e no salão ao lado da igreja, já está funcionando: “O objetivo é receber as famílias dos moradores das imediações da barragem que não têm para onde ir”, disse, em nota.