Do Mais Brasília

Conselheira Anilcéia Machado é um dos alvos da operação feita pela PF

Ação investiga supostos recebimentos de propinas por parte de servidores públicos e empresários

Conselhera do TCDF Anilcéia Machado

A conselheira Anilcéia Luiza Machado é um dos alvos da operação realizada pela Polícia Federal contra membros do Tribunal de Contas do DF (TCDF) nesta quarta-feira (26/5). Batizada como  Operação Pacare, ação investiga supostos recebimentos de propinas por parte de servidores públicos e empresários. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo a PF, indícios apontam que funcionários do local podem ter recebido pagamentos de algumas empresas investigadas na Operação Falso Negativo, deflagrada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e que apontou irregularidades na aquisição de testes para detecção da Covid-19 e resultou, em 2019, na prisão do então secretário de Saúde, Francisco Araújo Filho, e outros gestores da Secretaria de Saúde na capital federal.

A Corporação apura ainda a suspeita de troca de informações, intermediação e manipulação na distribuição de processos, dentro do TCDF.

Sobre Anilcéia

A Conselheira Anilcéia Machado tomou posse no TCDF em 22 de fevereiro de 2006. Na administração pública ela já ocupou os cargos de Administradora Regional de Sobradinho, Coordenadora da Política do Idoso, na Secretaria de Estado de Assistência Social do DF e Deputada Distrital pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), de 1999 a 2006.