Do Mais Brasília

Brasília desponta como grande destino náutico do Brasil

Dados foram apresentados durante a 6ª edição do Congresso Internacional Náutica, em São Paulo

Foto: Divulgação/Setur-DF

Brasília está entre as cinco principais cidades brasileiras com maior visitação náutica, segundo levantamento do Ministério do Turismo (Mtur) feito em abril deste ano. Os dados foram apresentados durante a 6ª edição do Congresso Internacional Náutica, nessa quarta-feira (3/11), em São Paulo.

O evento contou com a presença de prefeitos, secretários e agentes de todas as regiões do Brasil para discutir temas como a despoluição, estratégias e tendências do turismo nacional das águas e o cenário de retomada econômica pós-pandemia de Covid-19 e apontou o Lago Paranoá como um dos principais destinos do segmento no país.

De acordo com a secretária de Turismo do DF (Setur), Vanessa Mendonça, o Lago Paranoá tem a maior extensão de espelho d’água urbano do país e, por suas características, não tem perda volumétrica em nenhuma época do ano, o que garante navegabilidade em todas as estações.

“A infraestrutura que temos às margens do Lago Paranoá – 38 clubes, 18 marinas, 28 bares e restaurantes e 9 hotéis – e a segurança jurídica que permeia a relação do governo com a iniciativa privada nos colocam numa posição muito vantajosa em termos de competitividade nacional”, acrescentou Vanessa. “Assim, a capital do país está pronta para receber todos os investimentos e empresas do setor náutico.”

Segundo o comandante da Capitania Fluvial de Brasília, capitão Rômulo Bahia, existem atualmente 55.090 embarcações inscritas. Esse ranking coloca o Distrito Federal na quarta posição de maior frota náutica do Brasil.

O presidente da Associação Náutica, Esportiva e do Turismo de Brasília (Asbranaut), João Carlos Bertolucci, afirma que o Lago Paranoá tem basicamente dois segmentos náuticos: lazer e pesca. “Brasília desponta como o grande destino náutico do país, porque oferece quesitos muito importantes para o turista: segurança, condição de navegabilidade o ano todo e infraestrutura”, declarou.

Conforme a Asbranaut, há um movimento recente de descoberta do turismo náutico no Lago Paranoá por fazendeiros, industriais e empresários com alto poder aquisitivo dos estados de Goiás e Minas Gerais (com residência entre 400 e 500 km de Brasília). A entidade aponta que essas pessoas são turistas que estão descobrindo a boa navegabilidade do local, seja para lazer ou pesca esportiva.

Brasília é a cidade com maior renda domiciliar per capita do Brasil, com R$ 2.685, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já a Codeplan aponta que há 65 mil moradores na região da orla do Lago Paranoá, cuja renda mensal é de R$8.200.