Do Mais Brasília

Cartão Prato Cheio libera crédito de R$ 250 para beneficiários

32 mil famílias beneficiárias podem usar o auxílio para compra de produtos alimentícios no Distrito Federal

Cartão Prato Cheio
Foto: Divulgação/Sedes

O governo do Distrito Federal liberou, na segunda-feira (31/5), o crédito de R$ 250 dos cartões do programa Prato Cheio para as 32 mil famílias beneficiadas. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 8 milhões para o pagamento do benefício de segurança alimentar e nutricional.

A secretária de Desenvolvimento Social (Sedes), Mayara Noronha Rocha, afirma que o pagamento do benefício foi estendido para seis meses. “Ampliamos o prazo de concessão do benefício para seis meses por entender que essas famílias necessitam do aporte do estado neste momento mais delicado de suas vidas, e que se potencializa neste período de pandemia”.

A secretária ressalta que das 32 mil famílias beneficiárias que começaram a receber o benefício no mês de abril, 6.628 ainda não compareceram para retirar os cartões nas agências bancárias. “É importante que as famílias que passaram por atendimento nas unidades da assistência social do DF entrem no site para verem se estão com o benefício liberado e procurem a agência para retirar o seu cartão”, explica Mayara Rocha.

Procedimento

O cartão do benefício social deve ser retirado nas agências do Banco de Brasília (BRB) até o dia 9 de julho. “Quem não retirar o documento até esta data, terá o benefício cancelado”, destacou a secretária.

A orientação é que o beneficiário se dirija à agência do BRB selecionada por ele durante o atendimento na unidade socioassistencial. O solicitante que estiver em dúvida acerca de seu benefício deve consultar no site GDF Social, portal onde também informa o local de retirada.

O crédito do Cartão Prato Cheio só pode ser utilizado na função débito e em estabelecimentos alimentícios. Os beneficiários conseguem acompanhar o saldo disponível por meio do aplicativo BRB Social, oferecido pelo Banco BRB.

Busca ativa

No último sábado (29/5), a Secretaria de Desenvolvimento Social realizou mutirões para buscar de forma ativa os beneficiários que ainda não haviam retirado o benefício, nos dois Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Samambaia. Ao todo, são 522 pessoas nesta situação na região administrativa.

Outras unidades da Sedes também têm realizado o serviço de busca para avisar os beneficiários sobre a necessidade de retirarem os cartões.

Novos beneficiários

No início de maio, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, autorizou a ampliação do programa Cartão Prato Cheio para 35 mil beneficiários. A previsão, segundo a Sedes, é que a convocação dos novos três mil beneficiários comece na primeira quinzena de junho, uma vez que os cartões estão sendo confeccionados pelo Banco de Brasília (BRB).