Do Mais Brasília

Casamentos no DF aumentam 44% após flexibilizações contra Covid

Entre janeiro e outubro deste ano, foram realizadas 17.292 cerimônias civis na capital

Reprodução

A pandemia do novo coronavírus causou uma série de restrições à realização de eventos, como casamentos. Mas com a evolução da vacinação e manutenção dos protocolos de segurança contra a Covid-19, os matrimônios voltaram a crescer no Distrito Federal após um período de queda expressiva em 2020.

Entre janeiro e outubro deste ano, foram realizadas 17.292 cerimônias civis na capital. O total é 44,6% maior que as 11.953 registradas no mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), entidade que representa os Cartórios de Registro Civil do Brasil e administra o Portal da Transparência.

De acordo com a Arpen-Brasil, a tendência de alta começou a ser verificada em fevereiro, quando os números de 2021 ultrapassaram os de 2020. Naquele mês, totalizaram 1.363 casamentos, enquanto no ano passado, os números foram fechados em 1.274. O levantamento aponta ainda que o maior crescimento percentual se deu de fevereiro para março, quando os casamentos aumentaram 26,7%.

Mesmo diante da redução de casos da doença no Brasil, os protocolos de segurança sanitária para as celebrações seguem mantidos nos cartórios, como o limite de pessoas na cerimônia, o distanciamento, a exigência de máscara e distribuição de álcool em gel.

“Mesmo com a vacinação avançando e com a flexibilização, os cartórios mantiveram todos os cuidados, demonstrando que o sonho de uma vida a dois pode ser realizado, mesmo diante deste cenário de crise sanitária que vivemos”, explica o presidente da Arpen-Brasil, Gustavo Renato Fiscarelli.

A entidade destaca que esta retomada acontece às vésperas de dezembro, tradicionalmente o mês onde é realizado o maior número de casamentos no Brasil, sendo o preferido para as celebrações, uma vez que coincide com as férias coletivas de trabalhadores, férias escolares das crianças, assim como o recebimento do 13ª salário.

Casamentos homoafetivos

Entre os casamentos homoafetivos acontece a mesma retomada. No total, em 2021, já foram realizadas 253 celebrações entre pessoas do mesmo sexo, enquanto nos primeiros dez meses de 2020 este número foi de 385, um aumento de 52%. Em junho de 2020, por exemplo, foram 22 casamentos civis, enquanto em 2021 o número mais que dobrou, passando para 47.

Para realizar o casamento civil é necessário que os noivos, acompanhados de duas testemunhas (maiores de 18 anos e com seus documentos de identificação), compareçam ao Cartório de Registro Civil da região de residências com pelo menos 30 dias de antecedência para dar entrada na habilitação do casamento.