Do Mais Brasília

CBMDF é acionado para acidentes na Asa Sul e na BR-070 durante madrugada

Em ambos os casos, os carros colidiram em árvores e nenhuma vítima precisou ser transportada para o hospital

Acidente Asa Sul

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado para dois acidentes na madrugada deste domingo (6/6). As colisões foram registradas na Asa Sul e na BR-070. Em nenhum dos casos, a corporação fez o transporte de vítimas até o hospital.

Asa Sul

Por volta de 23h40, os militares foram acionados para uma ocorrência de capotagem na avenida W3 sul, altura da quadra 710, sentido Saída Sul. Ao chegarem no local, os bombeiros encontraram um VW/Golf, cor vermelha, no meio da avenida com as rodas para cima.

O veículo era conduzido por uma motorista de 37 anos, identificada apenas com o primeiro nome, Carolina. Para a corporação, a mulher afirmou que após perder o controle da direção, bateu em uma árvore e capotou. No carro também estava uma passageira de 30 anos identificada como Iara.

Foto: CBMDF/Divulgação

As duas foram avaliadas pelos militares e foi contatado que nenhuma delas teve ferimentos. Elas não precisaram de transporte para o hospital, mas, segundo os militares, foi feita a orientação para o caso de mal estar ou algum sintoma, que as mulheres procurassem uma unidade de saúde.

O CBMDF realizou os protocolos de segurança contra incêndio por combustíveis inflamáveis e/ou curtos-circuitos.

O local ficou aos cuidados da Polícia Militar.

BR-070

Na BR-070, a corporação foi acionada por volta de 00h30 para um acidente de trânsito.

Ao chegar ao local, os militares encontraram uma caminhonete Ford/F250, cor preta, que havia batido em uma árvore. O motorista do carro não estava no local do acidente. Populares informaram aos bombeiros que ele foi socorrido e transportado ao hospital por outros motoristas que passavam no local no momento do acidente.

acidente na BR-070

FOto: CBMDF/Divulgação

Os militares também realizaram os protocolos contra incêndio e o local ficou aos cuidados da PMDF. Não se sabe a dinâmica do acidente.