Larissa Passos
Do Mais Brasília

DF vai antecipar segunda dose de professores para 26 de julho

Informação foi confirmada pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, no Palácio do Buriti, na tarde desta segunda-feira (19/7)

Vacinação contra a gripe no DF
A campanha de vacinação contra a gripe imunizou 173.247 pessoas do grupo prioritário

O governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, na tarde desta segunda-feira (19/7), que fará a antecipação da aplicação da segunda dose (D2) em profissionais da educação, a partir do dia 26 de julho. A decisão foi confirmada durante entrevista coletiva pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, no Palácio do Buriti.

“Precisa ter no mínimo 60 dias para poder fazer essa vacinação. Então, a partir do dia 26 de julho terá a antecipação da vacina desses professores. Esse dado e a forma como ocorrerá, o secretário Osnei (Saúde) e a Secretaria de Educação farão a divulgação a tempo e o modo adequado para que todos tenham conhecimento”, explica o titular da pasta.

De acordo com Rocha, até o momento, os profissionais da educação do DF serão os únicos com antecipação específica da segunda dose contra a Covid-19. “Estamos sempre levando em consideração o retorno das aulas do segundo semestre”.

Há uma semana, o GDF havia confirmado que faria a antecipação da segunda dose na população do Distrito Federal, mas voltou atrás após a declaração do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que criticou a medida.

“O Programa de Imunizações (PNI) se reúne toda semana com o grupo de secretários estaduais e municipais. Ocorre que alguns secretários tomam deliberações baseadas no entendimento deles e isso de certa maneira rompe o pacto tratado no PNI”, afirmou Queiroga.