Da redação
Do Mais Brasília

Familiares ainda não buscaram corpo de Lázaro Barbosa no IML

Necrópsia foi encerrada às 18h desta segunda-feira (28/6), mas nenhum parente foi até o local

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) divulgou nota, nesta terça-feira (29/6), com atualizações sobre o caso Lázaro Barbosa, na qual informa que a família ainda não buscou o corpo do maníaco para realizar o enterro.

Depois que a necrópsia foi encerrada, o corpo de Lázaro ficou disponível no Instituto Médico Legal (IML) desde às 18h desta segunda-feira (28/6), mas nenhum parente foi até o local.

Normalmente, corpos não reclamados ficam no IML por 30 dias antes de serem declarados como indigentes e partirem para enterro ou serem doados para estudos. No caso, como se sabe que Lázaro tem familiares próximos, o prazo pode ser prorrogado.

Além da questão do corpo, a SSP-GO informou ainda que as linhas de investigação serão mantidas em sigilo “para não comprometer a elucidação dos fatos”.

“A concentração dos inquéritos está a cargo da Força-tarefa da Polícia Civil, composta por delegados da DIH, DEIC e 17° DRP, sendo que a distribuição dos procedimentos se pautou na natureza dos crimes praticados”, afirmou a secretaria pela nota.