Do Mais Brasília

Filha de piloto da Marília Mendonça diz que vai processar Cemig

Vitória Medeiros comentou sobre o processo nos Stories do Instagram, nessa quarta-feira (17/11)

Foto: Reprodução

A filha do piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, que transportava o avião com a cantora Marília Mendonça, irá processar a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), responsável pela torre de distribuição na qual a aeronave se chocou, em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce.

Vitória Medeiros comentou sobre o processo nos Stories do Instagram, nessa quarta-feira (17/11).

“Se tivesse essa sinalização, tudo poderia ser diferente e isso vai ser importante, principalmente, também para proteger a vida de outras pessoas caso haja uma emergência”, disse a jovem na rede social.

Ao Mais Brasília, a Cemig informou em nota que “ a Linha de Distribuição atingida pela aeronave prefixo PT-ONJ, está fora da zona de proteção do Aeródromo de Caratinga, nos termos de Portaria específica do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do Comando da Aeronáutica Brasileiro”.

De acordo com a companhia, as Normas Técnicas Brasileiras e a regulamentação em vigor são cumpridos, rigorosamente. “A sinalização por meio de esferas na cor laranja é exigida para torres em situações específicas, entre elas estar dentro de uma zona de proteção de aeródromos, o que não é o caso da torre que teve seu cabo atingido”.

“As investigações das autoridades competentes irão esclarecer as causas do acidente. A Companhia mais uma vez lamenta esse trágico acidente e se solidariza com parentes e amigos das vítimas”, completou a Cemig.

Acidente

Foto: Reprodução

O piloto Geraldo foi um dos cinco mortos no acidente aéreo, ocorrido no dia 5 de novembro. A cantora Marília Mendonça, seu tio, um produtor e o copiloto foram as outras vítimas fatais. A artista tinha um show marcado para a data em Caratinga, a cerca de dez quilômetros do local do acidente.

A queda ocorreu por volta das 15h. A princípio, não se sabia se era a cantora quem estava a bordo da aeronave. Foi a semelhança do bimotor visto num vídeo que ela tinha compartilhado no Instagram duas horas antes que despertou a dúvida. Em tom cômico, a publicação mostrava Mendonça embarcando e se alimentando.

Um dia antes de sua morte, na quinta (4/11), a cantora fez uma homenagem para a mãe, que comemorava aniversário na data. “Eu tô aqui pra te lembrar mais uma vez o quanto eu te amo. Seu cuidado e carinho ultrapassam o limite do ser mãe […] seu coração deveria ser estudado e reproduzido nas próximas gerações. O mundo seria mais bonito se existissem mais Ruths espalhadas por aí… obrigada por cuidar tão bem do amor da minha vida. Seremos sempre nós. conectadas, entrelaçadas e fortes. Juntas! Te amo, mãe! Pra Sempre”, escreveu Marilia.