Do Mais Brasília

Força Nacional irá reforçar as buscas por Lázaro Barbosa

Cerca de 20 homens devem se apresentar ainda nesta quinta-feira (17/6) no distrito de Girassol (GO)

Homens da Força Nacional. Foto: Agência Brasil

Homens da Força Nacional serão enviados para Cocalzinho de Goiás(GO) para fazer reforço à força-tarefa que procura, há nove dias, por Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (17/6) pelo  Ministério da Justiça.

Um dia antes, o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, havia descartado o uso da Força Nacional, mas, uma ligação do ministro Anderson Torres, na parte da noite fez com que a posição fosse revista.

O efetivo deve se apresentar ainda nesta quinta no distrito de Girassol.

Efetivo nas buscas

Cerca de 200 homens se revezam, 24h por dia, na operação de captura do criminoso. Em uma coletiva de imprensa na manhã da última quarta-feira (16/6), o secretário de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), Rodney Miranda, afirmou, que as buscas por Lázaro Barbosa seguem de forma intensa. No comando da operação, o chefe da pasta também afirmou que uma nova área foi delimitada e explicou como as equipes que estão em atuação serão divididas.

“Estamos reorganizando. Temos uma área um pouco menor pra trabalhar, mas não estamos descartando nenhuma das informações que tem chegado. A Polícia Militar de Goiás (PMGO) com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PMDF vão explorar essas áreas demarcadas e as policias civis do DF e GO vão cuidar das notícias e informações sobre o paradeiro do criminoso, após serem filtradas pelo nosso serviço de inteligência”, detalhou.

O secretário afirmou ainda optou por deixar apenas as polícias especializadas do DF e Goiás na procura pelo fugitivo.

Sequência de crimes

Os crimes de Lázaro que motivaram a procura pelo criminoso tiveram início no último dia 9 de junho. Na madrugada, o homem invadiu a chácara da família Vidal, em uma área rural em Ceilândia. Ali, ele assassinou com golpes de faca e tiros o empresário Cláudio Vidal, 48 anos e os dois filhos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Eduardo Marques Vidal, 15. No dia do crime ele ainda sequestrou a esposa e mãe das vítimas, Cleonice Marques, 43. O corpo dela foi encontrado na manhã de sábado (12/6) em um córrego localizado no Sol Nascente,  local conhecido como Córrego das Corujas, no meio da mata entre a BR-070 e a DF-180. A mulher estava nua, de bruços e com diversos cortes no corpo.

Família Vidal, morta por Lázaro Barbosa, 32 anos. Foto: Reprodução

Após o triplo homicídio contra a família, Lázaro se tornou um fugitivo da polícia. Desde então, o homem tem cometido uma sequencia de crimes entre o Distrito Federal e Cocalzinho de Goiás (GO). Em muitos casos, o “modus operandi” se repete.