Ana Lúcia Ferreira
Do Mais Brasília

GDF muda estratégia na vacinação de profissionais da educação

A mudança, segundo o governo, seria por conta do atraso na chegada das vacinas da Janssen Farmacêutica ao Brasil; A retormada ocorre neste sabado (26/6)

Vacinação com a primeira dose
Foto: Geovana Albuquerque / Agência Saúde

O governo do Distrito Federal (GDF) mudou a estratégia para concluir a vacinação de profissionais da educação. Agora, a imunização ocorre por regional de ensino e não mais por etapa de aprendizagem, como era anteriormente. A mudança, segundo o governo, seria por conta do atraso na chegada das vacinas da Janssen Farmacêutica ao Brasil. A retormada ocorre neste sabado (26/6).

Segundo o GDF, a alteração na vacinação não muda a programação inicial para retorno das aulas presenciais em 2 de agosto. O governo afirma que todos os profissionais da educação pública estarão imunizados nos próximos dias.

“Nós vamos voltar em agosto com todos os protocolos sanitários ativados. Haverá aferição da temperatura na entrada da escola, dispositivos para limpar as mãos com álcool gel e respeito ao distanciamento dentro das salas de aula”, explicou o secretário de Educação, Leandro Cruz.

No primeiro dia da retomada da vacinação,  as escolas das coordenações regionais de ensino (CRE) de Brazlândia, Guará e Recanto das Emas terão seus profissionais imunizados — da educação infantil até o ensino médio —, assim como parte das escolas de Taguatinga serão imunizadas. Segundo o Buriti, neste dia, serão cinco mil doses da vacina, cujo protocolo de uso prevê dose única para imunização completa.

No domingo (27/6), mais cinco mil doses serão colocadas a disposição dos profissionais de educação. As escolas contempladas são das regionais de ensino de Santa Maria e de São Sebastião, assim como parte do Paranoá e de Samambaia.

Já na segunda-feira (28/6), mais doses serão disponibilizadas. Neste dia, segundo a SES-DF, oito mil doses da vacina Janssen serão aplicadas e serão completadas as demais escolas das regionais de Taguatinga, Samambaia e Paranoá, assim como todas as unidades da regional de Planaltina.

Desta forma, nove das 14 regionais de ensino da rede pública do DF estarão totalmente imunizadas até segunda-feira. Restarão as regionais de Ceilândia, Gama, Sobradinho, Núcleo Bandeirante e Plano Piloto. Estas serão convocadas nos próximos dias, com a chegada de novos lotes da vacina da Janssen.

E para fechar a vacinação, na terça-feira (29/6), um lote de oito mil doses será direcionado aos professores das escolas privadas. Confira cronograma:

Arte: VACINAÇÃO/Mais Brasília

Mudança nos planos

Segundo o GDF, a estratégia foi adaptada para lidar com a realidade de lotes menores de imunizante ofertados ao Plano de Vacinação da Educação. Inicialmente seriam 34 mil, mas a oferta destinada ao DF foi de um número quase 50% menor. Entretanto, o governo afirmou que as alterações são “meramente questão de logística” e que todos os profissionais da rede pública de ensino estarão imunizados e as aulas presenciais retornam ao fim do recesso escolar de julho.

A execução, portanto, do Plano de Vacinação da Educação permanece igual. De acordo com o GDF, os professores serão convocados via e-mail. E no conteúdo terá o dia e o local da vacinação. A categoria deve se apresentar na data e posto indicado, no horário de funcionamento do posto, das 9h às 17h.

Confira os cinco postos de vacinação:

  • Sesc Ceilândia
  • Taguaparque
  • Uniplan Águas Claras
  • Parque da Cidade– estacionamento12
  • Torre de TV