Do Mais Brasília

Grupo suspeito de dopar e roubar vítimas no DF é procurado pela Polícia Civil. Veja como ajudar

De acordo com as investigações, a associação teria cometido o "Boa Noite, Cinderela" em Ceilândia, Taguatinga e Águas Claras

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 23ª Delegacia (Ceilândia), pede ajuda da população brasiliense. Nesta segunda-feira (31/5), eles divulgaram imagens de quatro suspeitos de integrar um grupo que teria dopado e roubado vítimas no DF.

Após as investigações, a polícia concluiu que o grupo atraia vítimas para beber para, em seguida, aplicar o golpe conhecido como “Boa Noite, Cinderela”. Ou seja: elas eram roubadas após serem dopadas com um remédio utilizado para tratar transtornos psicológicos e neurológicos.

No dia 15 de abril, a PCDF prendeu duas integrantes suspeitas de integrar esta associação criminosa responsável por roubos mediantes violência imprópria. Depois disso, os policiais conseguiram identificar mais cinco integrantes do grupo, dentre eles uma adolescente.

WhatsApp Image 2021-05-31 at 14.07.02 Foto: Fotos: Divulgação/PCDF
WhatsApp Image 2021-05-31 at 14.06.53 Foto: Fotos: Divulgação/PCDF
WhatsApp Image 2021-05-31 at 14.06.56 Foto: Fotos: Divulgação/PCDF
WhatsApp Image 2021-05-31 at 14.06.59 Foto: Fotos: Divulgação/PCDF

Por conta disso, o delegado da 23ª DP, Gustavo Farias Gomes, pediu auxílio da imprensa e da população para localizar os suspeitos. A líder do grupo seria Shirley Marinho da Silva, denunciada por sete roubos nas regiões de Ceilândia, Taguatinga e Águas Claras.

Todos os suspeitos foram denunciados pelo Ministério Público por roubo qualificado, corrupção de menores e associação criminosa, sendo expedidos mandado de prisão preventiva para os quatro maiores, que seguem foragidos.

A PCDF disponibiliza vários canais on-line de denúncia pelo site oficial e ainda o Disque-Denúncia (197 – ligação gratuita).