Do Mais Brasília

Homem é preso após matar e carbonizar mulher que tinha esquizofrenia no DF

Vítima estava desaparecida desde o 31 de agosto, no Recanto das Emas

Violência contra a mulher
Foto: Marcos Santos/USP

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta segunda-feira (18/10), um homem acusado de matar e carbonizar uma mulher, próximo ao Fórum do Recanto das Emas. O caso é investigado pela 27ª Delegacia de Polícia como feminicídio.

No dia 31 de agosto, foi registrada a ocorrência de desaparecimento de uma moradora da região, de 46 anos. Os familiares relataram que a vítima sofria de esquizofrenia e tinha o costume de andar sozinha nas proximidades, porém nunca havia ficado muito tempo fora de casa.

Após 10 dias do desaparecimento da mulher, a delegacia foi informada de um corpo carbonizado. Os investigadores realizaram a análise do DNA e identificaram a vítima como sendo o da mulher desaparecida.

Durante as investigações, os policiais localizaram um homem de 36 anos, suspeito de ter praticado o crime. De acordo com a PCDF, ele morava e trabalhava a menos de 300 metros de distância da casa da mulher.

Os agentes localizaram um vídeo – nas proximidades do local onde o corpo foi localizado – que mostra o suspeito arrastando um objeto, envolto em um cobertor, compatível com um corpo humano. O registro foi feito antes do início do fogo que consumiu o cadáver.

Na delegacia, o acusado negou participação no crime.