Do Mais Brasília

Homem que matou ex-mulher com 30 facadas no carnaval vai a júri popular no DF

Crime ocorreu no dia 13 de fevereiro, na quadra 52, em Taguatinga

Foto: Reprodução

O Tribunal do Júri de Taguatinga vai julgar, nesta quinta-feira (14/10), a partir das 9h, se condena ou absolve Diego Nunes Freitas, 40 anos. Ele é acusado de matar a ex-companheira, Rosileia Pereira Freitas, 36 anos, com 30 facadas no Carnaval deste ano.

O homem responde pelo crime de feminicídio em contexto de violência doméstica e familiar, previsto no Código Penal e na Lei Maria da Penha. O acesso à audiência será restrito às partes do processo.

O caso ocorreu no dia 13 de fevereiro, na quadra 52, em Taguatinga. O casal ficou junto por mais de 20 anos e havia se separado há menos de um mês. Diego não aceitava o fim do relacionamento. Eles tinham dois filhos, uma menina e um garoto.

Imagens de segurança flagraram o momento em que o agressor aborda a vítima e a perfura mais de 30 vezes no pescoço e nas costas. De acordo com a investigação, o crime durou cerca de 2 minutos.

Durante o ataque, Rosileia estava acompanhada pela mãe, que tentou deter Diego com um guarda-chuva, mas não obteve sucesso. Depois de executar a mulher, o homem ainda correu atrás da ex-sogra, que foi salva por vizinhos.