Do Mais Brasília

Jovem que se passava por policial civil para aplicar golpes é preso no DF

Segundo a PCDF, O criminoso após roubar os celulares das vítimas realizava transações para conseguir empréstimos

Foto: Reprodução

Policiais civis da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) prenderam, na tarde dessa terça-feira (23/11), um homem de 22 anos que se passava por policial civil para aplicar golpes em vítimas. Ele já havia sido indiciado em dois inquéritos pela prática de roubo majorado e furto mediante fraude, mas estava foragido da Justiça do Distrito Federal.

As investigações apontaram que o criminoso após roubar os celulares das vítimas, sob grave ameaça, realizava transações fraudulentas para conseguir empréstimos e efetuar compras no nome delas, além de possibilitar o desbloqueio e a formatação dos aparelhos celulares.

Segundo o delegado-chefe da 6ª DP, Ricardo Viana, uma das táticas utilizadas pelo jovem era enviar, por e-mail e SMS, mensagens às vítimas no intuito de obter dados pessoais para acessar as contas de usuários da Apple.

“A vítima pensando em se tratar de um agente público passava os dados qualificativos. Ele, na posse do aparelho celular e dos dados, realizava várias compras no comércio. Tendo adquirido televisões, geladeiras e outros eletroeletrônicos”, afirma Ricardo Viana.

As mensagens do golpe foram encontradas pelos agentes nos aparelhos celulares apreendidos com o envolvido. O preso foi recolhido à carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça.

Mensagens do Golpista Foto: Divulgação/PCDF
Mensagens do Golpista Foto: Divulgação/PCDF
Mensagens do Golpista Foto: Divulgação/PCDF