Do Mais Brasília

Justiça determina prisão preventiva de acusado de feminicídio em Planaltina

Valdemir Pereira da Silva Júnior é acusado de matar com golpes de faca a ex-companheira

Valdemir Pereira - feminicídio Planaltina

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) converteu para preventiva a prisão em flagrante de Valdemir Pereira da Silva Júnior, acusado de matar com golpes de faca a ex-companheira em Planaltina.

A audiência de custódia foi realizada na manhã dessa terça-feira (8/6) e, de acordo com o juiz que analisou o caso, o contexto em que o crime ocorreu demonstra “especial periculosidade, desprezo pela vida humana e ousadia ímpar”, o que torna necessária a manutenção da prisão. Ainda de acordo com o magistrado, os fatos apresentam extrema gravidade e que Valdemir se mostrou extremamente agressivo, “em virtude de ciúme”.

O crime

Leidenaura Moreira Rosa da Silva, 37 anos, foi morta na tarde do último domingo (6/6), em Planaltina. Ela foi assassinada com golpes de faca pelo ex-companheiro, Valdemir Pereira da Silva Júnior de 31 anos.

No dia do crime, a mulher chegou a ser socorrida e encaminhada pela equipe do Corpo de Bombeiros (CBMDF) ao Hospital Regional de Planaltina (HRP), mas não resistiu aos ferimentos.

Valdemir também precisou ser atendido pela CBMDF, após sofrer agressões de moradores da região.