Do Mais Brasília

Lojas podem abrir até as 23h. Shoppings, das 10h às 22h

Publicado em edição extra do Diário Oficial do DF desta tarde, decreto do governador Ibaneis Rocha também altera toque de recolher para período da meia-noite às 5h

O Governo do Distrito Federal (GDF) ampliou o horário de funcionamento do comércio, dos shoppings centers e modificou o período de restrição para circulação nas ruas. A medida passou a valer a partir desta segunda-feira (3/5), com a publicação de edição extra do Diário Oficial (DODF). O texto altera o Decreto nº 41.913/2021, que dispõe de medidas para enfrentamento ao coronavírus (covid-19).

O governo alterou ainda o horário para comercialização de bebidas alcoólicas. Agora, as vendas passam a ser proibidas após as 23h, em todos os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, inclusive em operações de delivery, drive-thru e take-out.

O decreto prevê ainda o “recolhimento noturno” das 0h às 5h, em todo o Distrito Federal. “Será admitido o deslocamento individual após as 24h desde que configurada a intenção de retorno à residência e seja realizado logo após o término da jornada de trabalho regular”, completa a legislação.

Há ainda a determinação para que todos os estabelecimentos privados encerrem suas atividades às 24h. As entregas, por serviço delivery, podem ser realizadas em todo o DF até a meia-noite, caso a ordem de serviço tenha sido feita até as 23h.

No caso dos shoppings centers e centros comerciais, o funcionamento volta a funcionar de 10h às 22h, com exceção dos bares e restaurantes, já que esses últimos podem seguir funcionando de 11h às 23h.

O texto libera ainda a retomada das atividades coletivas de cinema, circo e teatro desde que seguindo protocolos de segurança. Embora tenha flexibilizado o horário de funcionamento dessas atividades e também da restrição à circulação noturna, o governador Ibaneis Rocha chama a atenção para a necessidade de a população permanecer atenta aos protocolos de saúde.

“Ainda vivemos um período difícil da pandemia, mas já podemos flexibilizar as atividades comerciais um pouco até como forma de apoiar os empreendedores e funcionários. Porém, os cuidados devem ser os mesmos: distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos”, afirma o governador Ibaneis Rocha.

 

Com informações da Agência Brasília