Da redação
Do Mais Brasília

Operação contra receptação de celular roubado é deflagrada na Rodoviária do Plano Piloto

Ao todo, a corporação cumpre dez mandados de busca e apreensão em quiosques de venda desses produtos e um de prisão preventiva contra um homem que seria o líder do esquema

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) realiza na manhã desta terça-feira (22/6) uma operação contra o crime de receptação de aparelhos celulares furtados. Ao todo, a corporação cumpre dez mandados de busca e apreensão em quiosques de venda desses produtos da Rodoviária do Plano Piloto e um de prisão preventiva contra um homem que seria o líder do esquema.

Batizada de “Fim da Linha”, a operação começou após um roubo de 35 aparelhos de uma loja de móveis e eletrodomésticos no Paranoá. Durante a investigação, a PCDF identificou que profissionais autônomos e proprietários de lojas da Rodoviária teriam recebido grande parte desses telefones. A corporação descobriu e comprovou que diversos boxes do local fazem a revenda de material eletrônico ilegal.

Foto: PCDF/Divulgação

Para a PCDF, criminosos de todas as regiões do DF encontram, na Rodoviária do Plano Piloto, um local de fácil acesso e rápida saída de produtos roubados da população. No decorrer da investigação, a corporação filmou transações de material eletrônico ilegal, em especial, Iphones roubados/furtados em diversas regiões do DF.

Ainda segundo a polícia, também foi detectado um sofisticado esquema de phishing, aquelas tentativas de envio de links maliciosos com objetivo de enganar as vítimas e obter os dados para o desbloqueio dos aparelhos roubados.

Líder do esquema

O homem identificado como líder do esquema tem oito registros pelo crime de receptação de celulares na rodoviária, mas, de acordo com a PCDF, sempre conseguia responder em liberdade.

De acordo com a PCDF, os crimes são cometidos há pelo menos oito anos e o autor tinha sucesso com a atividade, pois circulava em uma BMW avaliada no valor de R$ 100 mil.

O veículo foi apreendido e o envolvido responderá ao processo preso.

Ocupação irregular

A operação da PCDF para combater o crime de receptação de celulares acabou identificando, também, que na Rodoviária do Plano, diversos quiosques são utilizados por pessoas sem autorização.

Segundo a corporação, a atividade indicaria uma comercialização ilegal das lojas, onde os verdadeiros permissionários estariam sublocando para terceiros, o que viola os termos da permissão que proíbe essa prática.

Para a polícia, esse aluguel de boxes facilita o surgimento de máfias que dominam as atividades de receptação.  A administração da rodoviária foi informada e trabalha em conjunto com a PCDF com o objetivo de caçar as permissões dos maus lojistas.