Da redação
Do Mais Brasília

Polícia cumpre mandado na casa de motoboy que divulgava fotos íntimas de mulheres

O suspeito tinha breves relacionamentos, tirava fotos do casal e depois publicava imagens das vítimas em grupos de whatsapp

fotos íntimas
Divulgação/PCDF

A Polícia Civil do DF cumpriu, nessa quarta-feira (21/7), um mandado de busca e apreensão na casa de um motoboy acusado de divulgar fotos íntimas das mulheres com quem se envolvia e sem a autorização das vítimas.

Durante as investigações, conduzidas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM I), os policias confirmaram que o suspeito tinha breves relacionamentos, tirava fotos do casal e depois publicava em grupos de whatsapp.

Na casa do acusado, os policiais apreenderam um celular, um computador e um pendrive. O material foi encaminhado para perícia no Instituto de Criminalística da Polícia Civil.

O motoboy ainda não foi preso porque não houve flagrante, mas já confessou o crime ao ser ouvido pela polícia. Ele foi indiciado por divulgação de cena de sexo ou pornogragfia, com pena de 1 a 5 anos.

Em sua oitiva, o homem alegou não saber que a conduta é proibida, mas entrou em contradição ao assumir que já respondeu por crime semelhante anteriormente.

As investigações continuam na tentativa de identificar outras vítimas.

Acompanhe a entrevista do delegado Thiago Hexsel, responsável pelo caso.