Da redação
Do Mais Brasília

Quadrilha especializada em clonagem de veículos é presa no DF e Goiás

Membros subtraíam os carros, clonavam e vendiam quando o veículo era novo. Em casos de veículos antigos, fazia-se o desmanche para revenda de peças

Membros subtraíam os carros, clonavam e vendiam quando o veículo era novo. Em casos de veículos antigos, fazia-se o desmanche para revenda de peças

À Polícia Civil (PCDF), por meio da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), realiza nesta terça-feira (30) uma operação contra um grupo especializado em roubo e clonagem de veículos. 80 policiais participam da ação. A Polícia Civil de Goiás (PCGO) auxiliou a Corpatri.

São cumpridos nove mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão em Santa Maria e São Sebastião. Também há ordens a serem cumpridas no Entorno — mais precisamente em Luziânia, Novo Gama e Catalão.

De acordo com as investigações, o grupo recebia veículos roubados e furtados e, depois, fazia uma série de mudanças para realizar a clonagem dos carros. O chefe da quadrilha, que morava em Santa Maria, recebia esses automóveis e repassava para os comparsas.

A partir daí, um deles entrava no sistema do Departamento de Trânsito (Detran), buscava um veículo igual àquele roubado e falsificava os documentos. Após a adulteração, o carro era vendido para outros receptadores.

Em casos de carros mais velhos, os criminosos faziam um desmanche e vendiam as peças.

Segundo a Polícia Civil, pelo menos quatro dos nove envolvidos já tinham sido investigados pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), e sete suspeitos tinham passagem pela polícia pelos mesmo crimes.

Os presos vão responder pelos crimes de:

  • organização criminosa
  • associação criminosa
  • receptação
  • adulteração de sinal identificador de veículo
  • furto
  • falsificação de documento