Do Mais Brasília

Semana do Doador de Sangue: Hemocentro de Brasília promove música e coleta móvel

Evento tem programação para estimular a doação e agradecer aos colaboradores

Foto: Arquivo/Agência Brasília

A Fundação Hemocentro de Brasília (FHB) realiza, entre 22 e 26 de novembro, a Semana Nacional do Doador de Sangue, que tem como objetivo agradecer os doadores e estimular a doação, no Distrito Federal. Neste ano, a data contará com diversas apresentações culturais.

Nesta segunda (22/11), a artista Nambir Kaur fará uma apresentação de harpa às 14h. Na terça (23/11), às 9h, os músicos Will Mourão e Sebastian Nadales encantarão os doadores com músicas no baixo acústico e bandolim. Na quinta (25/11), será a vez do chorinho com Paulo Córdova, Leo Araujo, Lucas Ramalho, Pati Barcellos e Nicolas Madalena. A semana termina na sexta (26/11) com o violão do músico Dygo Moreno

Além disso, no prédio do Hemocentro, um mural desenvolvido em parceria com o Boulevard Shopping formará um “hall da fama” com o nome dos 27 doadores e multiplicadores que foram destaques no ano de 2021. Entre eles, doadores jovens, idosos, fenotipados e organizadores de grupos de doação. Além de ser instalado, ao lado da sala de coleta do Hemocentro, o painel será exposto no centro comercial.

“O momento é importante para agradecer a todos que doam um pouco de si para salvar vidas e lembrar que as doações de sangue devem ser regulares”, explica o presidente do Hemocentro, Osnei Okumoto.

A FHB é responsável por abastecer toda a rede de saúde pública do DF, além de hospitais conveniados, como o Hospital das Forças Armadas, o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) e o Hospital da Criança.

Doação mais acessível

Também como parte das celebrações, a carreta Hemocentro Itinerante fica até sexta-feira (26/11), no estacionamento do JK Shopping, em Taguatinga.

“A população do Distrito Federal abraça a doação de sangue, por isso o Hemocentro Itinerante vai ficar em um local estratégico que atende três regiões administrativas muito importantes para o Hemocentro de Brasília”, reforça Okumoto.

Em 2020, mais de 8 mil moradores de Ceilândia, Taguatinga e Samambaia doaram sangue. As três cidades, respectivamente, são as maiores em números de doadores depois do Plano Piloto. A carreta atenderá, no estacionamento do JK Shopping, somente com agendamento prévio por meio do site da SAS Brasil.

Para quem prefere doar sangue na sede do Hemocentro, na Asa Norte, o agendamento deve ser feito por meio do site agenda.df.gov.br. O atendimento é de segunda a sábado, das 7h15 às 18h.

Como doar sangue

Entre os requisitos básicos para doar, é necessário estar em boas condições de saúde, ter 16 a 69 anos, mais de 51kg, estar descansado e alimentado no momento da doação, além de apresentar documento original e oficial com foto.

Quem teve Covid-19 deve aguardar 30 dias após completa recuperação dos sintomas para se candidatar à doação de sangue. Já quem teve contato com pessoas com suspeita ou diagnóstico da doença precisa esperar 14 dias após o último contato com essas pessoas.

Pessoas que se vacinaram também ficam temporariamente impedidas de doar sangue. Quem foi imunizado com a CoronaVac deve aguardar dois dias para se candidatar à doação de sangue. Já quem recebeu AstraZeneca, Pfizer ou Janssen precisa aguardar sete dias para doar.