Da redação
Do Mais Brasília

UnB está entre as 500 melhores do mundo em seis áreas do conhecimento

Posicionamento ocorre mesmo em momento crítico de destinação de recursos públicos. Em ciência política, a Universidade de Brasília foi a única instituição federal a aparecer no Ranking de Xangai

Foto: Secom UnB

A Universidade de Brasília está entre as 500 melhores do mundo, de acordo com avaliação do Ranking Global de Temas Acadêmicos (em inglês, Global Ranking of Academic Subjects – Gras), da Universidade Jiao Tong de Xangai. A UbB figura na lista nas áreas de ciência política, ciências da terra, clínica médica, ecologia, odontologia e saúde pública.

O bom posicionamento da UnB vem em momento crítico no que diz respeito à destinação de recursos públicos para a instituição. Este ano, a verba para custeio da Universidade teve redução de 8,2% e o orçamento de investimento foi zero, pela primeira vez na história.

O Gras ou Ranking de Xangai, como é conhecido, avalia cinco grandes áreas do conhecimento: ciências da natureza, engenharias, ciências da vida, ciências médicas e ciências sociais. Odontologia é a área da UnB mais bem colocada. No tema ciência política, a UnB é a única universidade federal brasileira a aparecer no ranking. As primeiras colocadas neste campo de estudo são as universidades de Harvard, Stanford e Princeton, todas dos Estados Unidos.

“Mesmo em um cenário de contínua e persistente redução orçamentária, o trabalho da comunidade acadêmica é mais uma vez reconhecido“, avalia a decana de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional da UnB, Denise Imbroisi. “Isso significa que permanecemos empenhados em cumprir nossa principal missão institucional: entregar ensino, pesquisa e extensão de excelência à sociedade”, completa.

Para a decana de Pesquisa e Inovação, Maria Emília Walter, o resultado é positivo diante deste período de dificuldades de financiamento por parte das agências governamentais, tanto para a pesquisa quanto para a formação de pós-graduandos, com cortes significativos nas bolsas. “É muito bom receber os índices coletados pelo Ranking de Xangai, mostrando que a UnB se encontra em plena atividade, na pesquisa e na inovação”, afirma.

Aparecer entre as instituições avaliadas no Gras significa que a UnB tem conseguido desempenhar funções importantes, como dar suporte institucional a pesquisadores, explica a decana Denise Imbroisi. “E esse apoio ocorre, por exemplo, com o lançamento de editais para publicação de livros e artigos e editais que tornam possível a participação de nossos pesquisadores em eventos científicos.”

“Mesmo nesse momento tão crítico, os pesquisadores e suas equipes, de técnicos e de estudantes, vêm contribuindo fortemente para fortalecer a pesquisa e a formação de pessoas em alto nível na UnB, defendendo a ciência e mostrando os caminhos de que o país precisa para sair desta crise”, afirma a decana Maria Emília.

Recentemente, a Universidade de Brasília foi avaliada como a nona melhor universidade do Brasil, no QS World University Rankings.

Confira as posições da UnB no Gras

1. Odontologia (151-200)
2. Saúde Pública (201-300)
3. Clínica Médica (301-400)
4. Ciência Política (301-400)
5. Ecologia (301-400)
6. Ciências da Terra (401-500)