Do Mais Brasília

Festival LGBTQ+ chega a Brasília com seminários, oficinas e shows

Evento com duração de 12 dias, começa a partir do dia 1ª de dezembro com atividades presenciais e online

Foto: Junior Ribeiro

O Festival BOCADIM apresenta a sua oitava edição, a partir do dia 1ª de dezembro, por meio da arte e da cultura, para uma reflexão em torno da cidadania LGBTQ+ no tempo presente e futuro, frente às perseguições e intensos ataques contra a comunidade. O evento ocorre durante 12 dias ininterruptos de atividades, presenciais e online.

O festival tem como objetivo propor ao público um mergulho por um “metaverso” onde amor e respeito são premissas. Nesse cenário, todas as pessoas são diferentes, mas dispõem de direitos iguais. E é por meio dessa narrativa, que o BOCADIM leva à uma discussão profunda sobre o momento em que a comunidade LGBTQ+ enfrenta dificuldades e riscos à plena cidadania.

O evento começa no dia 1 de dezembro com ciclo de seminários, que trarão temáticas de cidadania “A Outra Semana do Orgulho”, e de relevância para o setor cultural e turístico da cidade “Turismo LGBTQ+ no Centro-oeste”. Logo em seguida, no dia 6, é a vez das oficinas gratuitas de capacitação na área de eventos.

No dia 11 de dezembro, acontecem os shows presencialmente. Para este ano, a curadoria do festival buscou compor um line up que trouxesse alegria, mas sem deixar de lado a reflexão e o cuidado que essa volta exige. No mesmo dia, acontece a Feira Criativa, com foco na valorização da produção de pequenos empreendedores e artistas locais.

Entre as atrações musicais, que se apresentam na Arena Lounge do Estádio Nacional Mané Garrincha, está Tonhão Nunes, cantautora brasiliense, cujo trabalho brota da sua correria periférica, e Beatriz Águida, também de Brasília, e que retrata histórias biográficas.

Também sobem ao palco: de São Paulo, Bárbara Eugênia, Davi Sabbag e Luzúli; do DF, o festival conta também com as presenças de Asú, Loly Alves, Telma e Selma e Karla Testa; vinda de Goiás, Bruna Mendez, jovem revelação da música brasileira independente; e fechando o line up desta edição, Tulipa Ruiz (SP), vencedora do Grammy Latino com o disco Dancê na categoria Melhor Álbum Pop Brasileiro, que virá acompanhada da banda Pipoco das Galáxias.

Cartão de vacina

O acesso aos shows e à Feira Criativa se dará mediante aquisição de ingressos. A entrada será condicionada à apresentação de carteira de vacinação, com a comprovação do esquema vacinal completo contra a Covid-19. A medida também valerá para fornecedores e equipes técnica, artística, de produção e coordenação. O uso de máscara será obrigatório.

Por fim, no dia 12, acontece o Bocadim na Rua, um mini evento no Eixão do Lazer, com ações de discotecários LGBTQ+ da cidade, onde o público poderá levar sua cadeira, canga e seu isopor para curtir o domingo tranquilo com amigos, das 10h às 16h.

Serviço

Data: De 1 a 12 de dezembro
Shows: Sábado, 11 de dezembro
Ingressos: No site do Sympla
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos