Do Mais Brasília

BRB bate quase um milhão de clientes e lucro líquido de R$ 117 mi no 1º trimestre de 2021

Em março deste ano, banco contabilizou 980 mil clientes, crescimento de 47% em relação ao mês de março de 2020, e liderou o crédito imobiliário

Em balanço de desempenho divulgado nesta quinta-feira (13/5), o Banco Regional de Brasília (BRB) apresentou resultados que chamam a atenção positivamente. A instituição financeira apresentou lucro líquido de R$ 117 milhões no primeiro trimestre deste ano. O crescimento em janeiro, fevereiro e março foi 9% superior do mesmo período, no ano passado.

Operações de crédito, melhoria na eficiência operacional e a migração do banco para um modelo mais digital figuram entre os principais responsáveis pelo desempenho do banco.

“Apesar dos desafios do setor bancário e da maior concorrência, o BRB conseguiu manter níveis superiores de rentabilidade, baixar a inadimplência, cumprir sua função social enquanto banco público e ampliar suas operações, tendo como foco a qualidade no atendimento aos nossos clientes. Atuamos como banco completo, moderno e com foco na inovação”, disse o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Em março, o BRB possuía um total de 980 mil clientes, crescimento de 47% em relação ao mês de março de 2020. Conforme Paulo Henrique Costa, presidente do banco, o crescimento no número de operações trouxe uma expansão da carteira de crédito na ordem de 42,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

O balanço positivo atingiu todas as linhas do banco. O crédito consignado, por exemplo aumentou 26,2%, em relação a 2020. O cartão de crédito, 27,9%; o crédito rural, 47,8%. O incremento para pessoas jurídicas deu um salto de 139,4% no período. No primeiro trimestre, o balanço total é de carteira total de R$ 17,2 bilhões.

Destaque para o crédito imobiliário no DF, uma vez que o BRB despontou como líder na modalidade, com 43,6% de participação no mercado. Em 12 meses, a carteira cresceu 143,5%, atingindo 2,9 bilhões. No geral, R$ 713 milhões foram negociados em operações de crédito imobiliário contratadas no primeiro trimestre de 2021.

As transações digitais também aumentaram, e muito.  Nesse período, os usuários do banco. Até março, as operações via celular subiram 85,8%. Hoje, somente 4% das transações são realizadas pelos clientes em agências físicas. No BRB Fla, por exemplo, são 550 mil contas digitais e 394 mil abertas da maneira tradicional.

 

Inadimplência

A inadimplência encerrou o primeiro trimestre de 2021 em 1,44%, o que significa uma redução de 0,13 ponto percentual em relação ao primeiro trimestre de 2020. Com o desempenho apresentando, o BRB permanece abaixo da média de mercado, de 2,19%.

 

Eficiência Operacional

As receitas com prestação de serviços no primeiro trimestre do ano totalizaram R$ 128 milhões, próximo ao registrado no mesmo período de 2020, com R$ 132 milhões. A dinâmica de receitas e despesas do BRB apresentou uma melhora expressa pela queda de 2,3 pontos percentuais do índice de eficiência, que finalizou o trimestre em 55,1% frente a 57,4% do primeiro trimestre de 2020.

 

Covid-19 e Responsabilidade Social

Assim como na primeira onda da Covid19, no ano passado, quando criou o programa Supera-DF para minimizar os impactos financeiros decorrentes da pandemia, o BRB lançou, em 2021, o Acredita-DF, onde já movimentou mais de R$ 2,5 bilhões, entre novos contratos e suspensão de pagamentos de financiamentos contratados anteriormente. O Acredita-DF já atendeu mais de 63 mil clientes, entre Pessoas Físicas e Jurídicas. No ano passado, com o Supera-DF, o banco movimentou mais de R$ 4 bilhões.

Por meio do Instituto BRB, entidade sem fins lucrativos e responsável pelas ações de responsabilidade social e ambiental do Conglomerado BRB, o Banco iniciou a construção de um hospital acoplado em Samambaia, no DF, que terá 102 leitos com suporte respiratório.  O investimento total é de R$ 14,5 milhões, e contou com recursos do próprio BRB, doações do Comitê Todos Contra o Covid e de grupos empresariais de diferentes setores.

 

Programas sociais

No primeiro quadrimestre de 2021, o BRB atuou em oito programas de proteção social do GDF, e 218 mil famílias foram beneficiadas. Ao todo, foram 208 milhões para os programas Cartão Material Escolar, Mobilidade Cidadã, Cartão Prato Cheio, Renda Emergencial, Bolsa Alimentação Escolar, Bolsa Alimentação Creche, Medicamento de Alto Custo e para o Renova-DF.

 

BRB + Digital

O primeiro trimestre do ano foi marcado pela consolidação do BRB como banco digital. Por meio da parceria com o Flamengo, o Nação BRB FLA finalizou os três primeiros meses do ano com 261 mil contas abertas. Atualmente, o número ultrapassou 550 mil contas. O banco digital está presente em 39 países, 79% dos municípios brasileiros e em todos os continentes.

O trimestre também foi marcado pelo lançamento da plataforma de investimentos do Nação BRB FLA, em conjunto com a Genial Investimentos. A plataforma aumentou o portfólio de produtos e serviços e oferece 280 opções de investimento, além de Home Broker para operar diretamente no mercado de ações.

 

Reorganização Societária e Parcerias Estratégicas

No início deste ano, conforme comunicação feita ao mercado, o BRB aprovou duas parcerias estratégicas com a Wiz Soluções, para a linha de negócios de corretagem de seguros e outra com a Genial Investimentos, para negócios de gestão e administração de recursos de terceiros.

As parcerias proporcionarão ao BRB aumento da expertise de mercado, diversificação e melhoria do seu portfólio de produtos, aporte de tecnologia e alcance geográfico para consolidar os planos de expansão do Banco.

Seguindo seu planejamento estratégico para cumprimento de seus objetivos de diversificação e crescimentos dos negócios, o BRB tem conduzido processo de seleção de assessores financeiros e jurídicos para a realização de follow-on.

 

Clientes e canais

Em março deste ano, o BRB contava com um total de 980 mil clientes, o que significa crescimento de 47% em relação ao mês de março de 2020. Os clientes pessoa física (PF) representavam um total de 947 mil, aumento de 48,5% frente ao mesmo período do ano passado. Já os clientes pessoa jurídica (PJ) atingiram a marca de 32 mil, aumento de 11,1%.

Ao longo do primeiro trimestre de 2021, foram abertas 186,8 mil contas. Do total, 91% das contas abertas foram por meio dos canais digitais, consolidando a estratégia digital do BRB.

O BRB conta com 138 agências distribuídas em todas as regiões do Distrito Federal e entorno, além de presença nos estados de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Piauí.

Ao número de agências, somam-se 141 correspondentes bancários (BRB Conveniência) e 590 ATM próprios, complementados por mais de 40 mil ATM da Rede 24 horas, garantindo ao BRB cobertura de atendimento em todo território nacional.