FolhaPress

Venda de imóveis cai no terceiro trimestre, diz indústria da construção

Cenário deve melhorar na reta final do ano

Construção Civil
Reprodução/ Sinduscon-DF

As vendas de imóveis caíram 11,2% no terceiro trimestre em relação ao período anterior, segundo levantamento que a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) divulga nesta segunda-feira (22).

Na comparação com o mesmo intervalo de 2020, a queda foi de 9,5%. Ao todo, foram vendidas cerca de 59 mil unidades, o menor número registrado desde o segundo trimestre do ano passado.

A redução no poder de compra das famílias, aliada à inflação no custo da construção, prejudicou o resultado, segundo a entidade, que projeta novas elevações no preço dos imóveis nos próximos trimestres.

O impacto foi sentido com mais força no programa Casa Verde e Amarela, que viu as vendas caírem 15,3% em relação ao segundo trimestre do ano e quase 20% ante igual período de 2020. O programa também registrou queda nos lançamentos nas duas bases de comparação.

Na avaliação da CBIC, o cenário deve melhorar na reta final do ano, puxado por medidas anunciadas pelo governo para ampliar o uso do programa, como o aumento no teto do valor de imóveis que podem ser financiados e redução temporária de juros até o fim de 2022.

Já o lançamento de unidades em geral deu sequência ao crescimento visto desde o início do ano, com alta de 7% no terceiro trimestre ante o período anterior. A oferta, que vinha preocupando o setor nos últimos meses, fechou os últimos três meses com alta de 3,7%.

Por Joana Cunha