FolhaPress

Kim Kardashian tem ordem de restrição contra homem que enviou pílulas do dia seguinte

Segundo o TMZ, a partir de agora, Nicholas Costanza terá de ficar longe da empresária por 100 metros pelos próximos cinco anos

Kim Kardashian

A socialite Kim Kardashian, 40, conseguiu na Justiça uma ordem de restrição contra um homem que mandou para a casa dela um anel de noivado de diamantes e pílulas do dia seguinte. Segundo o TMZ, a partir de agora, o homem cujo nome é Nicholas Costanza terá de ficar longe da empresária por pelo 100 metros pelos próximos cinco anos.

Costanza chegou a ir até a mansão de Kim, onde ela vive junto com os filhos, seguranças tiveram de intervir. Os profissionais ouviram do homem que ele estava lá para buscar Kim e levá-la a um jantar romântico.

O TMZ afirma que, segundo o advogado de Kardashian, Shawn Holley, as visitas aconteceram em fevereiro e maio e as encomendas não chegaram às mãos da socialite.

Recentemente, Kim se separou do rapper Kanye West, 44. E parece que ela já quer fazer a fila andar após o rompimento do casamento de seis anos. Kim estaria usando aplicativos de namoro para conhecer novos pretendentes.

Segundo uma fonte próxima a ela ao tabloide britânico InTouch Weekly, Kim, suas irmãs e amigos próximos estão usando esse artifício para descobrir quem estaria interessado na agora solteira Kardashian.

“Principalmente atletas entraram em contato, então a equipe de Kim passou a fazer as suas pesquisas e investigação, pois existem muitos caras duvidosos por aí que precisam ser verificados”, emendou a fonte.

Com West, Kim tem quatro filhos. O pai os levou a uma viagem de férias ao México enquanto Kim faz trabalhos na Itália. “Mas Kim diz que se ela encontrar alguém por quem genuinamente sente uma conexão, ela irá em frente”, acrescentou a fonte.