FolhaPress

Polícia indicia mãe de Nego do Borel sob suspeita de agredir criança de 8 anos

A mãe do artista e seu atual companheiro vão responder pelos crimes de maus-tratos e lesões corporais contra uma menina de oito anos

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima  indiciou Roseli Viana Gomes, mãe do cantor Nego do Borel, e seu atual companheiro pelos crimes de maus-tratos e lesões corporais contra a enteada, uma menina de oito anos.

As agressões aconteceram no dia 24 de maio e foram constatadas por meio de laudo do Instituto Médico Legal. Além disso, foram recolhidos depoimentos da vítima. O pai, Alex Gomes, e a madrasta, segundo a Polícia Civil, negaram as acusações, mas deram declarações contraditórias.

As lesões aparentes no corpo da garota não poderiam ter sido provocadas pela mãe biológica da menina, pois, segundo a perícia, eram anteriores ao final de semana em que ambas estiveram juntas. A mãe e o pai têm guarda compartilhada. Na ausência do pai, Roseli é quem cuidava da jovem.

Segundo as investigações, a criança narrou para sua mãe que, ao contar para o pai sobre as agressões sofridas pela madrasta, também teria sido agredida por ele e castigada.

O motivo das agressões seria o uso sem querer do shampoo da madrasta por parte da menina. O Conselho Tutelar já havia sido acionado em 10 de maio pela mãe biológica da menina antes mesmo das agressões.

A criança teria levado chineladas, arranhões e tapas e foi encaminhada junto à mãe para a realização de exames. O depoimento de Roseli foi colhido no último dia 26 de maio.

Procurada, a advogada Elizabeth Medeiros, que orienta Roseli na acusação, diz que “Roseli e Alex recebem com muita tristeza a informação do indiciamento”. De acordo com ela, ambos “seguem confiantes no esclarecimento dos fatos e com a certeza que serão inocentados de todas as acusações”.

O cantor Nego do Borel, que atualmente está nos Estados Unidos, não se manifestou sobre o tema.