FolhaPress

Maratona de jogos desafia Chamusca, cobrado por melhora no Botafogo

A sequência cheia, com as longas viagens exigidas pela competição, tem sido citada pelo treinador

Foto: Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo fará seu quarto jogo em 11 dias ao visitar o CRB às 21h30 desta terça-feira (6), pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A maratona seguirá até o sábado (10), quando, após enfrentar o Cruzeiro, o time alvinegro iniciará, enfim, uma semana livre.
A sequência cheia, com as longas viagens exigidas pela competição, tem sido citada pelo treinador Marcelo Chamusca, já conhecedor da Série B, ao explicar o desempenho modesto até aqui. O desabafo mais recente veio após o empate com o Avaí no sábado (3), com gol botafoguense nos acréscimos.
“Não posso fazer nada, porque tem jogo de três em três dias. Voltamos de Volta Redonda de madrugada e tivemos que vir na sexta [2] para Florianópolis. Montei um time que sequer teve tempo para treinar. Como vou trabalhar alguma coisa com o atleta se o que eu só faço é recuperar e colocar os jogadores para jogar?”
“Quando tivermos tempo hábil para treinar, poderemos desenvolver, criar mecânicas, fazer com que os atletas tenham encaixe melhor e o time evolua nesse aspecto”, emendou o treinador, que tem sido alvo de parte dos torcedores, que, entre outras críticas, apontam falta de efetividade no ataque.
“Nesse momento, a única coisa que eu posso fazer é trabalhar com os atletas a questão de análise das imagens dos jogos, dar algumas orientações sobre tomadas de decisões e execução em algumas situações, dar confiança para o atleta, porque a gente não tem tempo de treinar”, reforçou o técnico.
Nas três primeiras rodadas da competição, em que teve uma semana livre entre cada jogo, o Botafogo teve 77,7% de aproveitamento, com duas vitórias e um empate. Já nos dois jogos seguintes, com menor intervalo de descanso, o clube alvinegro empatou um e perdeu o outro.
Após a quinta rodada, no entanto, o Botafogo ganhou uma semana livre, diferentemente da maior parte de seus adversários na Série B, por ter adiada uma partida contra o CSA. Ainda assim, quando voltou a campo, contra o Sampaio Corrêa, o time de Chamusca saiu derrotado.
Incluída essa partida, o aproveitamento no recente período com descanso encurtado foi de 44,4%, ainda com uma vitória e um empate. Ao menos até o final de semana, qualquer eventual melhora virá a partir de diálogos com os atletas, segundo Chamusca, que tem o Botafogo na nona colocação, com 12 pontos.
“Não vou conseguir treinar para o jogo em Maceió nem para o jogo do Cruzeiro. Como eu vou fazer treino para que os atletas possam melhorar? Tem que melhorar na conversa, na resenha, trabalhando o mental do jogador, mostrando imagens, tentando corrigir para que a gente consiga ser mais efetivos nos jogos.”

Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Horário: 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (6)
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Transmissão: SporTV e Premiere