FolhaPress

Na volta de Aguirre, Inter quebra tabus ao bater Chape na Arena Condá

Primeira vitória em Chapecó caiu graças aos gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, que garantiram o triunfo por 2 a 1

Até esta quinta-feira (24), o Internacional nunca tinha vencido a Chapecoense na Arena Conda pelo Brasileiro. O tabu caiu graças aos gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, que garantiram o triunfo por 2 a 1 -Derlan descontou para os catarinenses.

Depois de dominar a primeira etapa, o time colorado, que tinha o retorno do técnico Diego Aguirre, permitiu que o rival equilibrasse a partida. Mais movimentado, o confronto ainda terminou com confusão no final, o que rendeu três expulsões.

Na partida, o Inter ainda acaba com outro jejum. Há mais de um mês, desde a final do Estadual, o clube não fazia um gol de bola rolando -os últimos seis saíram de pênalti, escanteio ou bola parada.

A Chape, por sua vez, segue sem vencer desde o último dia 2, quando bateu o ABC, por 3 a 1, no jogo de ida da Copa do Brasil.

Os dois clubes irão atuar fora de casa neste domingo (27), pela sétima rodada do Brasileiro. Às 20h, a Chape vai visitar o Athletico na Arena da Baixada, enquanto o time colorado entrará em campo meia hora depois para encarar o América-MG no Independência.

Com oito pontos, o Inter é o 12º colocado. Com apenas três, a Chape, que ainda não triunfou na competição, amarga a zona do descenso, em 18º.

CHAPECOENSE
João, Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Ignácio e Derlan (Foguinho); Ronei (Bruno Silva), Guedes (Felipe Baixola) e Lima; Fernandinho (Mike), Ravanelli e Anselmo Ramón (Perotti). T.: Jair Ventura

INTERNACIONAL
Daniel; Lucas Ribeiro, Zé Gabriel (Léo Borges), Víctor Cuesta e Heitor; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Patrick e Mauricio (Rodrigo Lindoso); Caio Vidal (Vinícius Melo) e Yuri Alberto. T.: Diego Aguirre

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Luiz Claudio Regazone (RJ)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Ronei e Derlan (CHA); Zé Gabriel, Caio Vidal e Edenílson (INT).
Cartões vermelhos: Bruno Silva (CHA), aos 50’/2ºT; Caio Vidal (INT), aos 50′, e Danilo Fernandes (INT), aos 53’/2ºT
Gols: Caio Vidal (INT), aos 5′, e Yuri Alberto (INT), aos 34’/2ºT; Derlan (CHA), aos 9’/2ºT