Da redação
Do Mais Brasília

Presidente do Haiti é assassinado a tiros dentro de casa

Na invasão, a primeira-dama Martine Moïse ficou ferida e foi hospitalizada para receber cuidados médicos

Presidente do Haiti, Jovenel Moïse, Foto: Reprodução/Twitter

O presidente do Haiti, Jovenel Moïse, foi assassinado a tiros, na madrugada desta quarta-feira (7/7), dentro de sua casa em Porto Príncipe. Um grupo de pessoas não identificadas atacou a residência particular do presidente haitiano e cometeu o crime.

Em comunicado, o primeiro-ministro interino Claude Joseph classificou a tragédia como um “ato desumano e bárbaro”.  Joseph ainda informou que, na invasão, a primeira-dama Martine Moïse ficou ferida e foi hospitalizada para receber cuidados médicos.

O ataque ao presidente ocorreu em meio a uma onda crescente de violência no país. Dividido politicamente e cada vez mais empobrecido, há temores de uma desorganização em massa no Haiti.

Claude Joseph epediu calma à população e garantiu que a polícia e o Exército estão encarregados de manter a ordem.

“Todas as medidas estão sendo tomadas para garantir a continuidade do estado e proteger a nação”, disse.