FolhaPress

Bolsonaro embarca para viagem aos Emirados Árabes, Bahrein e Qatar

Ideia é atrair investimentos privados ao Brasil e promover diálogo sobre mundo pós-pandemia

Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro embarcou nesta sexta (12/11) para uma viagem que passará pelos Emirados Árabes Unidos, pelo Bahrein e pelo Qatar. A visita, que deve se estender até a próxima quinta-feira (18/11), mira a atração de investimentos privados ao Brasil. Trata-se da segunda passagem de Bolsonaro por países da região. Ele já esteve na Arábia Saudita, nos Emirados Árabes e no Qatar em 2019.

“A visita se insere num vetor de política externa que atribui aos países árabes e do Golfo uma importância primeira”, disse o secretário de Negociações Bilaterais para o Oriente Médio, Europa e África, Kenneth Félix da Nóbrega. Ele afirmou ainda que será uma chance de dialogar com essas nações sobre o pós-pandemia.

Bolsonaro fará escala em Lisboa na noite desta sexta e seguirá da capital portuguesa a Dubai, um dos sete emirados, onde deve desembarcar no sábado (13/11). O ministro da Economia, Paulo Guedes, é uma das autoridades que acompanham o presidente. A lista completa da comitiva não foi divulgada pelo Itamaraty.

No dia seguinte, o líder brasileiro deve visitar o pavilhão da Embraer na Dubai Air Show. Bolsonaro também deve se reunir com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed, e visitar uma planta da BRF.

Na segunda (15), Bolsonaro participa do Dia do Brasil e do Fórum Brasil de Investimentos, na Expo Dubai. Depois, deve ter audiência com o emir de Dubai e primeiro-ministro dos Emirados Árabes, o sheik Mohammed Bin Rashid Al Maktoum. No dia seguinte, o presidente desembarca em Manama, no Bahrein.

A expectativa é a de que ele seja recebido pelo rei Hamad bin Isa Al Khalifa e acompanhe a inauguração do prédio da embaixada brasileira. Na quarta-feira (17/11), Bolsonaro segue para Doha, no Qatar, onde terá reunião com o emir Tamin Bin. O presidente deve visitar ainda o estádio Lusail, sede da final da Copa do Mundo de 2022, e participar de reunião com representantes da Fifa.

A viagem se encerra em 18 de novembro, quando Bolsonaro retorna ao Brasil. Nesta sexta, o presidente condecorou uma série de autoridades da região, com honrarias da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul.

Ele concedeu o grande colar da ordem ao rei do Bharen, ao emir de Dubai, ao príncipe herdeido de Abu Dhabi e ao emir dos Emirados Árabes Unidos, sheik Khalifa bin Zayed al Nahyan.

Por Mateus Vargas