FolhaPress

Ciro retoma candidatura após votos de deputados do PDT contra PEC

Ainda assim, cinco parlamentares da legenda marcaram sim à proposta

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) anunciou nesta quarta-feira (10) a retomada de sua pré-candidatura à Presidência em 2022, que foi suspensa na semana passada após a crise aberta pelos votos favoráveis de deputados federais de seu partido à PEC dos Precatórios.

“Eu volto à luta porque o meu partido, os companheiros da bancada, me deram um sinal muito generoso, muito corajoso”, afirmou Ciro em entrevista à CNN Brasil. “Estou de volta com a minha candidatura.”

Na semana passada, o apoio de deputados dissidentes da oposição, principalmente do PDT e PSB, foi crucial para a vitória de margem estreita para o Palácio do Planalto na votação da medida.
Logo após a votação em primeiro turno, Ciro afirmou ter suspendido sua candidatura a presidente da República após a ação da sua bancada na Câmara.

A cúpula do partido então atuou para reverter o apoio dos deputados à PEC, que é vista como uma medida de fortalecimento da campanha do presidente Jair Bolsonaro à reeleição.

A pressão deu resultado. Na bancada do PDT, 11 deputados mudaram de voto, e passaram a se posicionar contra a PEC no segundo turno da votação, nesta terça-feira (9). Ainda assim, cinco parlamentares da legenda marcaram sim à proposta.

Por Joelmir Tavares