FolhaPress

Gil do Vigor relata ofensas por ser gay e diz que vai processar homofóbicos

Ex-BBB não quer que preconceito passe impune

Foto: Divulgação

Ex-participante do Big Brother Brasil 21 e mais novo contratado da Globo, Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, 29, revelou sofrer com ofensas na internet por ser gay. Agora, ele conta que não quer que o preconceito fique impune.

“Para aqueles que falaram no Instagram que ‘bicha escandalosa não pode ser ministro’, um recado: eu estou indo ao PhD na Califórnia, vou me dedicar 100% e vocês vão me engolir no topo. Não gostar de mim, ok, mas usar de homofobia para me ofender, não”, começou ele.

Na sequência, disse que pretende entrar na Justiça caso seja preciso. “Vou começar a processar esses lindinhos. Meu amor, segure seu dedinho antes de destilar seu preconceito porque homofobia é crime”, disparou.

Na sequência, Gil disse em outro comentário que não deixaria se abater embora as mensagens machucassem.

Atualmente, Gil também colhe os frutos da venda de seu livro e se emocionou ao receber o primeiro exemplar da obra “Tem que Vigorar”, lançado pela Editora Globo.

O livro do ex-participante do reality tem 128 páginas e traz a sua história de vida com depoimentos de sua mãe, Jacira Santana, e de famosos como Xuxa e Deborah Secco. Ele já teve 5.000 cópias vendidas na pré-venda, segundo a Globo Livros.