Do Mais Brasília

GDF autoriza contratação de brigadistas para combate a incêndios florestais

Segundo a Secretaria de Economia, serão 150 vagas para atuar durante o período de estiagem no DF. Contratação é de seis meses

Corpo de Bombeiros do Distrito Federal combate incêndio em área de cerrado próxima a Planaltina
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

A Secretaria de Economia do Distrito Federal autorizou a contratação de 150 brigadistas para atuar no combate a incêndio florestais. A portaria com a medida foi publicada no Diário Oficial (DODF) desta terça-feira (8/6).

De acordo com o documento, a validade de contratação é de seis meses para atuar durante o período de estiagem no DF. A pasta liberou, ainda, a formação de cadastro reserva igual a 50% do número de vagas disponibilizadas. As oportunidades do processo seletivo do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) estão divididas da seguinte forma:

  • Supervisores de Brigada (6);
  • Chefes de Brigada (24);
  • Brigadistas Florestais Combatentes (120).

Os interessados em participar do processo seletivo devem ficar atentos à abertura do edital para contratação, no site do Ibram, bem como precisam preencher a qualificação necessária. Exige-se curso de brigadista florestal, ministrado por entidade competente.

As medidas adotadas pelo instituto integram o Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Distrito Federal (Ppcif), coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que determina a execução de medidas necessárias para prevenir e minimizar as ocorrências e os efeitos dos incêndios florestais, no período de seca.

Estado de emergência

Em fevereiro, o governo do Distrito Federal (GDF) decretou estado de emergência ambiental entre os meses de março e novembro. Com a medida, os órgãos contemplados no Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (PPCIF), possibilitam a contratação de brigadistas florestais a tempo de atuar na prevenção e não apenas no combate aos focos de incêndio.