Do Mais Brasília

GDF comemora acessos em painel criado para monitorar casos de feminicídios

Instrumento foi criado para dar mais transparência aos dados relacionados aos crimes desse tipo ocorridos no DF

Em funcionamento há onze dias, o painel interativo de feminicídios lançado pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) atingiu a marca de mil acessos, na última quarta-feira (30/6).

O instrumento foi criado para dar mais transparência aos dados relacionados aos crimes desse tipo ocorridos no DF e aumentar a interação com os diversos segmentos da sociedade e do governo. A ferramenta possibilita a realização de pesquisas qualitativas, como locais de maior incidência do crime, buscas por idade ou regiões administrativas.

Os dados são atualizados sistematicamente e podem ser acessados por meio do site da SSP, inclusive pelo celular. Os números apresentados fazem parte de estudos e análises realizados pela Câmara Técnica de Monitoramento de Homicídios e Feminicídios (CTMHF), da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP). O material contempla informações de todos os feminicídios ocorridos no Distrito Federal, desde a publicação da Lei nº 13.104, em março de 2015.