Do Mais Brasília

Que Frio! Defesa Civil emite alerta sobre riscos à saúde no DF

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o clima atípico deve durar até o fim de semana. Veja dicas de como se proteger

inverno
Foto: Agência Brasil

Com a chegada do inverno, os casacos dos brasilienses saíram do armário e há horários do dia em que as peças não estão sendo o suficiente para se proteger do frio no Distrito Federal. As temperaturas caíram tanto que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) acendeu um sinal de alerta de perigo, com risco à saúde, por temperaturas de 5ºC, que devem durar até o fim de semana.

O alerta foi disparado pela Defesa Civil à população do DF. As recomendações são para evitar exposição ao frio por muito tempo, agasalhar-se, beber líquidos quentes e, em caso de necessidade, ligar para o Corpo de Bombeiros (CBMDF).

“Nós passamos essas orientações para tomar cuidado, principalmente com idosos e crianças”, explica o subsecretário da Defesa Civil, coronel Alan Alexandre Araújo. “Em casos de emergência, como uma hipotermia, a gente orienta que o cidadão entre em contato com o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193”. A Defesa Civil, informa ele, também pode ser acionada em casos que envolvam pessoas em situação de rua.

Saúde

O clima frio, em si, pode trazer risco de doenças como gripes e resfriados aos moradores do DF. “Nosso organismo precisa desenvolver mecanismos adaptativos para sobreviver às mudanças bruscas de temperatura”, alerta a infectologista da Secretaria de Saúde, Ana Helan Hermoglio.

“Alguns desses mecanismos são o aumento da produção de muco e a congestão, para evitar que fique tão frio dentro das vias aéreas. Por isso, muitas pessoas ficam com nariz entupido e escorrendo”, afirma a especialista.

Com o frio, aumenta a circulação de vírus que, segundo a médica, podem confundir as pessoas por terem sintomas semelhantes. “Em tempos de covid-19, é bom sempre buscar fazer um teste para tirar dúvidas, já que a sintomatologia é bem parecida”, ensina.

Ana Helan orienta que, para fluidificar as secreções, é preciso manter a hidratação, alimentar-se bem, manter-se agasalhado e preferir bebidas aquecidas. “O uso de máscara e a lavagem das mãos são medidas que protegem não somente contra a covid, mas também contra gripes e resfriados”, conclui.