Do Mais Brasília

Vacinação dos aeroportuários de Brasília é antecipada para esta quarta (2/6)

Imunização estava prevista para ocorrer no dia 7 de junho. Segundo a Inframérica, 38% dos funcionários serão vacinados nesta primeira fase

Vacinação dos funcionários do Aeroporto de Brasília é antecipada
Divulgação/Inframérica

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) antecipou a vacinação dos funcionários do Aeroporto de Brasília para a noite desta quarta-feira (2/6). A imunização para os aeroportuários do terminal brasiliense estava prevista para a próxima segunda-feira (7/6).

De acordo com a Inframérica, concessionária que administra o terminal, o aeroporto conta com cerca de 6 mil funcionários com credenciais ativas, mas para este primeiro momento só estão disponíveis 2.100 doses de vacina, o que será suficiente para imunizar 38% dos trabalhadores. Ao longo da próxima semana, o Ministério da Saúde deverá enviar ao DF novas doses.

Neste momento, serão imunizados aeroportuários da aviação comercial que atuam na linha de frente contra a Covid-19, prestando serviço de atendimento direto ao público. Estes profissionais serão vacinados com as vacinas da AstraZeneca/Oxford. Para receber a dose, será realizada a conferência do nome em uma lista solicitada pela Secretaria de Saúde.

Durante a vacinação, será necessário apresentar também a credencial aeroportuária que comprove o vínculo com o aeroporto e documento de identificação. A lista de pessoas a serem vacinadas foi organizada pela Inframerica a partir das informações submetidas por cada empresa atuante no terminal. Segundo a concessionária, os documentos foram encaminhados à pasta.

Aplicação

A aplicação da vacina deverá ocorrer no QG do Exército de 18h às 22h30 nos dias 2, 3 e 4 de junho. Enquanto nos dias 7,8 e 9 a vacinação continua na Unidade Básica de Saúde do Guará (nº 2), das 9h às 17h. Em ambos os locais a vacinação será em sistema de drive-thru.

Os aeroportuários já constavam na lista de grupos prioritários da vacinação contra o coronavírus, mas o Ministério da Saúde e da Infraestrutura decidiram antecipar a imunização do setor depois que a variante indiana foi identificada no país.

Segundo a Inframérica, os trabalhadores dos aeroportos estão na linha de frente desde o início da pandemia de Covid-19 e não pararam de atender aeronaves e passageiros que precisavam voar neste momento, seja para trazer medicamentos e cargas ou levar médicos para diversas regiões brasileiras.

Ação Social

Para comemorar a imunização dos funcionários do terminal brasiliense, a Inframerica propôs unir a vacinação a uma ação social. A ideia é que cada colaborador que se vacinar leve 1kg de um alimento não perecível que será entregue a instituições de caridade cadastradas no sistema da concessionária.

O Aeroporto de Brasília é o 2º mais movimentado do país e um dos maiores centros de conexão de voos do Brasil. Atualmente, circulam em média pelo terminal aéreo 13 mil passageiros por dia. Antes da pandemia o movimento diário era em torno de 50 mil.